Obrigada pela sua companhia, logO terá novidades... Aguardem!!!

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Muito além dos sonhos (Gn 37)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 37:2 - Estas são as gerações de Jacó. Sendo José de dezessete anos, apascentava as ovelhas com seus irmãos; sendo ainda jovem, andava com os filhos de Bila, e com os filhos de Zilpa, mulheres de seu pai; e José trazia más notícias deles a seu pai. 

Perdi as contas de quantas vezes ouvi mensagens sobre José. Talvez pela força que os sonhos do rapaz tenham no capítulo 37, nos lembramos do José sonhador, mas nos esquecemos de diversas outras características que ele tinha.

Ele era trabalhador e tinha bom relacionamento com seu pai (Gn 37.2). Era submisso a liderança familiar de Jacó (Gn 37.13,14). Traído pelos irmãos e enviado a terra estranha, ele não entregou-se ao fracasso, pelo contrário reconstruiu sua história do zero, acreditando na graciosa bondade de Deus (Gn 39.2-6).

O que importa para Deus não são os sonhos que você tem; Ele procura em nós fé e um desejo profundo de viver cada um dos Seus propósitos. Foi isso que Ele viu em José!
Princípios Eternos - Atento aos detalhes (Gn 36)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 36:1 - ¶ E estas são as gerações de Esaú (que é Edom). 

Israel valorizava bastante as genealogias. Apesar de tais registros terem pouca importância para os leitores ocidentais da Bíblia Sagrada, elas foram introduzidas no texto sagrado para apontar a origem dos povos e autenticar as escrituras como registro histórico fidedigno.

As genealogias mostram em suas entrelinhas que Deus está atento aos detalhes; o Criador conhece nosso antepassados e nossos descendentes. Tudo passa por Ele, e Ele governa sobre tudo!

Da próxima vez que chegar nas genealogias bíblicas, lembre-se disto: Deus está atento aos mínimos detalhes!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Servir a Deus somente (Gn 35)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 35:2 - Então disse Jacó à sua família, e a todos os que com ele estavam: Tirai os deuses estranhos, que há no meio de vós, e purificai-vos, e mudai as vossas vestes. 

A vida cristã é uma jornada de aprendizado e revelação. Jacó tipifica bem essa transformação, tendo começado o texto bíblico como enganador (Gn 27)e chegou aqui como príncipe de Deus (Gn 32.28). E nesta jornada, Deus vai nos purificando até termos uma fé perfeita nEle.

Veja que neste verso do capítulo 35, Deus exige que Jacó e toda a sua casa abandonasse o culto a outros deuses e se purificassem. Ate aquele momento da jornada, o Senhor não havia se pronunciado, mas agora, exige um comprometimento maior. É desejo de Deus que abandonemos nossa confiança em qualquer outro "deus" que não seja Ele próprio. Se você confia em homens, em religiões, em imagens, em ícones, o Senhor te chama para uma fé perfeita nEle somente!

Que Deus nos ensine a confiar somente nEle!
Princípios Eternos - Os males da paixão (Gn 34)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 34:2 - E Siquém, filho de Hamor, heveu, príncipe daquela terra, viu-a, e tomou-a, e deitou-se com ela, e humilhou-a. 

A literatura e a cultura de entretenimento ensinaram nossa geração que a paixão é a força motora de um relacionamento. E, em busca de paixões, as pessoas casam e descasam, e fazem coisas das quais sentirão vergonha depois. Neste texto bíblico, movido pela paixão, Siquém força a jovem Diná a ter relações amorosas com ele.

Como vemos, a paixão pode se mostrar danosa e destruídora. E, importante ressaltarmos isso, a paixão irá acabar em algum momento de qualquer relacionamento. Nestas horas, será a decisão consciente de amar que sustentará a relação e a tornará especial e para a vida toda. A paixão acaba, o amor não! E será justamente o amor que acenderá em um relacionamento novas fagulhas de paixão que, de tempo em tempo, darão um novo sabor ao relacionamento.

Para de buscar novas paixões! Ame a pessoa que Deus colocou ao seu lado e seja especial para ela!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Reparando os erros do passado (Gn 33)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 33:4 - Então Esaú correu-lhe ao encontro, e abraçou-o, e lançou-se sobre o seu pescoço, e beijou-o; e choraram. 

Um dos sinais evidentes de que uma pessoa está genuinamente arrependida é o seu sentimento de reparar as ofensas que causou. Esse padrão eu identifico em Jacó, que em sua jornada de fé, encontrou uma oportunidade de se redimir com seu irmão Esaú.

Reparar as ofensas que praticamos é difícil, pois exige de nós uma série de posturas que sacrificam a carne: (1) reconhecer que erramos, (2) admitir publicamente a ofensa perante o ofendido, (3) pedir o perdão e (4) assumir uma nova postura após ser perdoado. Só quem realmente teve um encontro genuíno com Cristo pode aceitar descer estes degraus de humilhação para revelar uma vida transformada pelo evangelho.

Será que na sua vida não existe algo a ser reparado?

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Sentindo-se indigno (Gn 32)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 32:10 - Menor sou eu que todas as beneficências, e que toda a fidelidade que fizeste ao teu servo; porque com meu cajado passei este Jordão, e agora me tornei em dois bandos. 

Quando leio os diversos relatos da Bíblia Sagrada sobre os heróis da fé, me deparo com homens ousados, tementes a Deus e que tinham em comum uma característica que destacarei neste devocional: eles sentiam que não eram dignos da graça divina.

Jacó, apesar de possuir um passado repleto de erros gravíssimos, aproveitou sua passagem em Padã-Arã para se redimir e endireitar seus caminhos perante o Senhor. Poderia ter usado as diversas vitórias recentes como uma maneira de se aproximar do Criador, mas ele reconhece sua pequenez e afirma: "Não mereco nenhuma das suas bondades para comigo. Não sou digno da maneira fiel como o Senhor tem cumprido a Sua palavra com seu servo (...)".

Deus resiste aos soberbos, mas da graça aos humildes. Reconheça suas limitações, seus pecados, suas imperfeições e banqueteie-se com a abundante graça que o Senhor oferece a quem sabe ser indigno de seus benefícios.
Princípios Eternos - Voltando para Canaã (Gn 31)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 31:3 - E disse o SENHOR a Jacó: Torna-te à terra dos teus pais, e à tua parentela, e eu serei contigo. 

Deus conduziu Jacó a retornar a Canaã. Após o patriarca passar vários anos sendo moldado pelo Senhor, ele entende que é o tempo de retornar a terra que havia sido prometido a ele e a sua descendência.

Nossa jornada de vida é assim. Deus nos leva a caminhos que não conhecemos para ali nos moldar e aperfeiçoar. E, quando concluímos aquela etapa de aprendizado, Ele nos conduz de volta, sempre nos conduzindo através de Sua vontade soberana.

Sejam os seus dias bons ou maus, glorifique a Deus! Ele com a Sua graça ns guardará e nos tornará aquilo que Ele deseja que sejamos em Sua presença!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Deus se lembra de nós (Gn 30)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 30:22 - E lembrou-se Deus de Raquel; e Deus a ouviu, e abriu a sua madre. 

Acompanhar a história de Raquel e Jacó é uma oportunidade de observar as diversas maneiras que Deus tem para revelar Sua graça a humanidade. Impedida de ter filhos com o homem que amava, Raquel observa sua irmã e as servas de sua casa gerando filhos de Jacó, enquanto ela amarga um triste período de provação espiritual.

Deus pode parecer inerte, mas Ele está agindo! Pode parecer calado, mas sempre está trabalhando. Naquele turbilhão de acontecimentos, a Bíbia revela uma singela ação de Deus e nos mostra que Ele se lembrou de Raquel, fazendo-a fecunda.

Não temas por esta prova que está enfrentando. Deus está contigo,e isso te basta! No tempo oportuno, Ele também se lembrará de você.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Princípios Eternos - A lei da semeadura (Gn 29)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 29:25 - E aconteceu que pela manhã, viu que era Lia; pelo que disse a Labão: Por que me fizeste isso? Não te tenho servido por Raquel? Por que então me enganaste? 

Deus sabe como ensinar o homem a ser responsável pelos seus atos. E uma das maneiras que Ele encontrou para fazer isso é o que chamamos de lei da semeadura. Nossos atos são sementes que lançamos no solo fértil de nossa jornada. E tudo o que plantarmos com nossas ações iremos colher um dia.

Jacó, que chegou a Padã-Arã após ter enganado seu pai e irmão, experimentou na pele a dor que causou. Após trabalhar por sete anos para poderse casar com Raquel, recebeu de seu sogro como esposa a sua cunhada, Lia. Quando percebeu que havia sido enganado, já havia consumado o ato conjugal com uma mulher que não amava, e teve que trabalhar outros sete anos para receber Raquel como esposa. Colheu o que plantou!

Olhe bem para aquilo que você tem semeado!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011







Princípios Eternos - Deus escolheu você (Gn 28)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 28:13 - E eis que o SENHOR estava em cima dela, e disse: Eu sou o SENHOR Deus de Abraão teu pai, e o Deus de Isaque; esta terra, em que estás deitado, darei a ti e à tua descendência; 

Após roubar a benção de seu irmão, Jacó inicia uma nova jornada de vida. Apesar de todas as suas imperfeições, Deus o havia escolhido e queria torná-lo um grande homem; para isso, Ele faria uso dessa peregrinação de Jacó à Padã-Arã para moldar seu caráter e lhe dar uma fé verdadeira.

Queridos, Deus está neste instante acompanhando cada passo que vocês dão. Para o Senhor, a jornada completa é tão importante quanto esse momento difícil que você está vivendo. Ele faz uso de todas as circunstâncias para nos moldar e aperfeiçoar. Não importa o quão imaturo você se sinta, Deus te escolheu e lhe chama para segui-Lo e aceitar Seu bom propósito para sua vida!

Deus escolheu você!
Princípios Eternos - Nossos atos e suas consequencias (Gn 27)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 27:38 - E disse Esaú a seu pai: Tens uma só bênção, meu pai? Abençoa-me também a mim, meu pai. E levantou Esaú a sua voz, e chorou. 

Toda ação causa uma reação. As consequencias de nossos atos sempre nos acompanham. Esaú descobriu isso dois capítulos depois de trocar seu direito de filho mais velho por um prato de lentilhas (Gn 25.29-34). Numa ação arquitetada por Rebeca e Jacó, ele perde a benção de Isaque para seu irmão e fica profundamente magoado pelo golpe que recebeu.

Medite neste texto e procure ser racional diante de cada atalho quea vida lhe oferecer. Algumas decisões que tomamos refletirão por toda nossa vida. Não troque o lindo projeto que Deus tem reservado para você por prazeres passageiros. Talvez não exista outra oportunidade para você!

Que Deus nos ajude a tomar a decisões certas!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Não repita os erros de seus pais (Gn 26)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 26:7 - E perguntando-lhe os homens daquele lugar acerca de sua mulher, disse: É minha irmã; porque temia dizer: É minha mulher; para que porventura (dizia ele) não me matem os homens daquele lugar por amor de Rebeca; porque era formosa à vista. 

Nos próximos dias, com a permissão de Deus, viverei um dos maiores sonhos de minha vida, que é o de ser pai. A chegada da Alícia Fernandes está marcada para o dia 17/11, no dia do meu aniversário de 31 anos. Benção pura!

Esse capítulo de Gênesis me serviu como um alerta nesse momento tão importante de minha vida. Não preciso repetir os erros que meus pais cometeram comigo. Isaque tomou a mesma decisão errada de Abraão diante de Abimeleque. Mas este erro foi escolha dele. Não viva culpando seus pais pelas falhas que você tem hoje! Se aproprie da graça de Cristo e faça diferente aquilo que você sabe que não contribuiu para sua formação!

Deus pode lhe ajudar a ser diferente e a fazer a diferença!

Meu Bloguinho é DESTAQUE no Magia Gifs essa semana!. Obaaaa!!! \o.o/



sábado, 12 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Oração perseverante (Gn 25)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 25:26 - E depois saiu o seu irmão, agarrada sua mão ao calcanhar de Esaú; por isso se chamou o seu nome Jacó. E era Isaque da idade de sessenta anos quando os gerou. 

A Bíblia registra diversas ações misteriosas de Deus. Uma delas se encontra no capítulo 25 de Gênesis. Se você observar os versículos 20 e 21, descobrirá que Isaque se casou com Rebeca aos quarenta anos. No versículo 22, verá que ele orou por sua esposa, pois ela não podia ter filhos.

E o Senhor atendeu a oração de Isaque. Sabe quanto tempo? Vinte anos depois (vv.23-26). A fé que Deus quer encontrar em nós exige perseverança. Foram necessárias duas décadas de oração para que ele pudesse gerar filhos com sua esposa. Mas ele manteve-se fiel, buscando a face de Deus!

Você esta disposto a se manter fiel quando Deus aparentemente está atrasando uma benção que você tanto espera?

Homenagem que recebi da minha FSL Marcinha Cool! LindO demais eu amei! \o.o/

0

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Deus pode nos dar bom êxito (Gn 24)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 24:12 - E disse: O SENHOR, Deus de meu senhor Abraão, dá-me hoje bom encontro, e fazei beneficência ao meu senhor Abraão! 

A Bíblia nos mostra diversas características de Deus, e também nos mostra como as pessoas do passado se relacionavam com Ele. Neste capítulo em particular, o servo mais antigo de Abraão é comissionado para buscar uma esposa para Isaque, uma missão que deveria ser executada sem erro algum.

O servo, entendendo o peso desta tarefa, recorre a Deus em oração, pedindo-lhe amparo. Ele diz: "Ó Senhor, Deus do meu senhor Abraão, dá-me bom êxito neste dia (...)". Uma simples oração que, atendida, o ajudou a cumprir a tarefa que lhe foi determinada.

Deus pode ajudar qualquer pessoa que se aproximar dEle com fé. Fale com Ele, peça sua ajuda! Ele está disposto em lhe ajudar!

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Uma vida de influência (Gn 23)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 23:5 - E responderam os filhos de Hete a Abraão, dizendo-lhe: 

Sara, a esposa de Abraão, morreu aos 127 anos. A linda história deste casal, que soube driblar as dificuldades naturais do casamento e que aprendeu a viver com Deus nos inspira bastante.

E foi neste capítulo que observei um princípio de vida tão importante: Abraão era respeitado em sua sociedade, sendo chamado de príncipe de Deus (vv.5). Apesar das falhas que cometeu e das dificuldades que enfrentou, ele era capaz de influenciar positivamente a sua comunidade.

Devemos viver uma vida tão intensa a ponto de causar este impacto onde estivermos! Que a presença de Deus em nós seja um luzeiro e um modelo para aqueles que ainda acreditam que é possível fazer o bem.
Princípios Eternos - Deus acima de tudo (Gn 22)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 22:2 - E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi. 

O livro de Gênesis tem 51 capítulos, mas nenhum deles me causa maior impacto do que este. Vamos refletir juntos: você espera por vinte e cinco anos uma promessa de Deus. Aprende a amar o presente que o Senhor lhe deu e, quando ele se torna tão precioso para a sua vida, você é desafiado a entregar de volta ao Seu Criador.

Há varios princípios espirituais que podem ser aprendidos neste texto, mas me prendo com apenas um deles: é necessário que Deus esteja acima de todas as bençãos que Ele nos deu. Jamais permita que a benção ocupe em seu coração o lugar que pertence apenas ao Abençoador.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Princípios Eternos - Uma visita celestial (Gn 21)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 21:1 - ¶ E o SENHOR visitou a Sara, como tinha dito; e fez o SENHOR a Sara como tinha prometido. 

Quanto tempo você estararia disposto a esperar a visita de alguém? Eu, que gosto de pontualidade, teria dificuldades em suportar poucos minutos de atraso; o que dizer de uma espera que durou vinte e cinco anos?

Pois é, se quiser aprender como é esperar por Deus, pergunte a Abraão e a Sara. Esperar não é fácil, mas nos ensina preciosas lições. Sabe por que você está esperando tanto tempo? Porque ainda há lições a serem aprendidas. Mas chega o dia (e que dia maravilhoso é esse), em que ouvimos a Sua suave voz dizendo: "Estou aqui! Vim te visitar e cumprir o que lhe prometi".

Poder receber uma graça como esta é algo tão incrível que devemos estar dispostos a esperar o tempo que for necessário para vivenciar esta experiência. Você está disposto?

sábado, 5 de novembro de 2011






Princípios Eternos - O justo aprendeu com o ímpio (Gn 20)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 20:9 - Então chamou Abimeleque a Abraão e disse-lhe: Que nos fizeste? E em que pequei contra ti, para trazeres sobre o meu reino tamanho pecado? Tu me fizeste aquilo que não deverias ter feito. 

Quando decidimos seguir a voz de Deus e atender o chamado de salvação que Ele nos fez, iniciamos uma escola que durará por toda nossa vida. Quem está seguindo ao Senhor não é perfeito: é alguém caminhando por fé em busca de transformação contínua.

Não é dificil nesta jornada que o Pai Celestial use o ímpio para nos ensinar. Neste episódio, Abraão, homem que decidiu viver tão próximo de Deus, comete uma grave falha de caráter; sua mentira colocou em risco a integridade de sua família pela segunda vez.

Foi necessário que o próprio Criador intervisse para que o pior não acontecesse; e através de um ímpio, ele aprendeu a lição de que o verdadeiro arrependimento implica em reparação. Quando Deus precisar usar o ímpio para lhe ensinar, mantenha-se humilde!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...