Obrigada pela sua companhia, logO terá novidades... Aguardem!!!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Muitos tipos de provações  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Pedro 1:6 - ¶ Em que vós grandemente vos alegrais, ainda que agora importa, sendo necessário, que estejais por um pouco contristados com várias tentações, 

Lutas e desafios podem alcançar qualquer pessoa. Seja você um cristão (ou não), você enfrentará diversos períodos de tribulações e testes em sua vida. Nestas circunstâncias, o abatimento pode surgir, acompanhado da tristeza e de um sentimento de impotência.

Apesar de passarmos muitos tipos de provações, devemos procurar em Deus forças para enfrentá-las com alegria e entusiasmo. Deus está conosco nas tribulações! O sofrimento que passamos tem propósito, e de uma maneira sobrenatural, Deus o utiliza em nosso favor.

Que o Senhor lhe faça forte durante esta tempestade!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Protegidos  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Pedro 1:5 - Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo, 

Tive a oportunidade de ler a epístola de Pedro diversas vezes. Desta última vez, porém, parece que o texto teve um gostinho especial. Principalmente pelas doces palavras que encontrei neste verso, que afirmam que somos guardados pelo poder de Deus.

A obra de salvação que Jesus consumou com sua morte e ressurreição não apenas perdoou nossos pecados. O Cristo triunfante também tem nos guardado, com Seu poder, para permanecermos em Sua presença. Sabe por qual razão você permanece buscando a face de Deus, apesar de toda tribulação que enfrenta? É pelo fato do Salvador estar guardando você!

Com Ele te protegendo, desistir por quê?
 

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Bençãos no céu  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Pedro 1:4 - Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, 

A palavra "benção" é uma das mais utilizadas no vocabulário evangélico. Temo que isso esteja enfraquecendo seu profundo significado para o povo cristão. Hoje, é comum ser chamado de benção qualquer coisa boa aconteça com alguém. Pedro, nesta epístola, parece tirar seus olhos do conturbado mundo em que vivia e se recorda das bençãos que Deus guardou no céu para a Sua Igreja.

Enfatizar o que se pode alcançar com Deus aqui pode atrapalhar o melhor, que é aquilo que Deus reservou para nós lá, no mundo vindouro. A verdadeira expectativa do cristão não está naquilo que pode ser construído neste mundo, mas na certeza da herança que temos, por Cristo, no futuro.

A verdadeira benção está lá!
Coração cheio de esperança  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Pedro 1:3 - ¶ Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, 

Gosto muito de falar de esperança (talvez seja por isso que escrevo devocionais). Gosto também da versão NTLH deste verso, que diz assim: "(...) Por isso o nosso coração está cheio de uma esperança viva", 1 Pedro 1.3 NTLH.

Antes de pertencermos a Jesus, nosso coração estava cheio de pecado, angústia e incredulidade. A situação agora é outra: ele está cheio de uma esperança viva. Esta esperança é Jesus, nosso Salvador, que venceu a morte e está vivo para todo o sempre.

Minha esperança é Cristo. E a sua?

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Uma nova vida  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Pedro 1:3 - ¶ Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, 

A misericórdia de Deus se manifesta em nós na doação gratuita de uma nova vida espiritual em Cristo Jesus. Com a Sua morte na cruz, o Salvador sofre a punição pelos nossos pecados; com sua ressurreição, Ele nos regenera para andarmos em novidade de vida.

Esta nova vida se desenvolverá por toda nossa jornada aqui na terra. O cristão é uma obra em andamento. Procuramos ser melhores a cada dia, mas quando há imperfeições em nós, podemos glorificar a Deus e recorrer a Ele, por sabermos que ainda não alcançamos estatura de varões perfeitos e aguardamos pacientemente a glorificação de nosso corpo.

Ei, seja mais paciente consigo mesmo. Você ainda não está pronto!
Grande misericórdia  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Pedro 1:3 - ¶ Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, 

A salvação é um ato dainfinita misericórdia de Deus. Podemos obervar nas palavras de Pedro que esta verdade teológica é reforçada. Segundo ele, Deus teve grande misericórdia de nós.

Veja bem o uso do adjetivo quantitativo "grande". Se Pedro dissesse "pouca" misericórdia, eu teria do que me vangloriar. Entretanto, nossa salvação exigiu uma porção generosa de misericórdia. Isso deve nos lembrar constantemente da necessidadd de mantermos uma postura humilde diante de Nosso Criador.
A obra do Espírito em nós  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Pedro 1:2 - Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas. 

Deus nos escolheu. Isto é fato consumado! Agora, como podemos viver uma nova vida para Ele? O apóstolo Pedro nos explica. Copiando suas próprias palavras, “(...) pelo Espírito de Deus, vocês foram feitos um povo dedicado a ele a fim de obedecerem a Jesus Cristo e ficarem purificados pelo seu sangue” (vv.2b).

O Espírito Santo dentro de nós é a ferramenta que Deus tem usado para nos libertar do nosso velho jeito de viver, a fim de experimentarmos a nova vida que Jesus prometeu aos seus fiéis (Jo 10.11). Neste processo, o Espírito nos ensina a vivermos para Deus, e o sangue de Jesus Cristo nos purifica quando falhamos em glorificar ao Senhor.

Não é bom saber que Deus trabalha em nós?
Escolhas, as minhas e as de Deus...  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Pedro 1:2 - Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas. 

É inevitável fazer escolhas. Ao longo de um dia, fazemos milhares de escolhas, conscientes ou não. Algumas escolhas refletem nossas preferências; outras, nossos valores. Há decisões morais e outras que são apenas caprichos. Mas, uma coisa é fato: você precisará fazer milhões de escolhas por toda sua vida.

A Bíblia afirma que Deus também faz escolhas. E uma delas decidiu onde você passará a eternidade. Sim, a Bíblia afirma que nós, crentes, fomos escolhidos de acordo com o propósito de Deus. Essa certeza acalenta meu coração nos momentos em que me sinto fraco na fé, pois posso recordar de que, se estou na presença dEle, a escolha primariamente foi dEle, não minha. E se Ele me escolheu, Ele me sustentará com Suas fortes mãos.
Princípios Eternos - Todos têm a sua importância (Gn 5)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 5:3 - E Adão viveu cento e trinta anos, e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e pôs-lhe o nome de Sete. 

Uma característica peculiar da Bíblia são as extensas listas com genealogias, que podem ser encontradas não apenas em Gênesis, mas em outros livros tanto do Antigo quanto do Novo Testamento.

Apesar de ser uma leitura cansativa para alguns, gosto de pensar que elas estão ali para nos mostrar que, para Deus, todos têm a sua importância. Nem todos os personagens bíblicos tiveram biografias extensas como Abraão ou Davi, mas nem por isso deixaram de ser alvo do cuidado gracioso de Deus.

Que Ele nos ajude a enxergar o mundo com essa percepção.
Princípios Eternos - Inveja que mata (Gn 4)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 4:8 - ¶ E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou. 

O capítulo quatro de Gênesis é um interessante tratado sobre relacionamentos humanos. Aqui vemos a vida entre irmãos, o primeiro assassinato, a primeira mudança de lar, o primeiro luto, a primeira vingança e a primeira vez que o nome de Deus é invocado.

E, nesta história cheia de gente, um sentimento tão antigo quanto a humanidade: a inveja. Ao desejar a aprovação que o irmão recebeu (sem contudo, ter o procedimento que ele teve), Caim assassina Abel sem pudor algum. A inveja mata! Destrói relacionamentos, extingue a alegria, sacrifica a ética e fere a reputação.

O invejoso sofre e faz sofrer! Não aceite este sentimento maligno no seu coração.
Princípios Eternos - Se acaso errar (Gn 3)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 3:21 - ¶ E fez o SENHOR Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu. 

O terceiro capítulo de Gênesis é uma das colunas que sustentam boa parte das doutrinas centrais da Bíblia Sagrada. Aqui está a descrição da queda do homem e, consequentemente, da sua depravação.

Poderemos também encontrar a primeira promessa sobre a vinda do Salvador; também veremos pela primeira vez um sacrifício ser utilizado para cobrir o pecado humano. Mas o que de fato me impressiona aqui é a disposição de Deus em perdoar o homem errante.

As pessoas têm prontidão em apontar os erros de seu próximo, mas O Senhor tem prontidão em perdoar. Se acaso errar, existe um Deus no céu disposto a lhe socorrer!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Princípios Eternos - Faça tudo com propósito (Gn 2)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 2:12 - E o ouro dessa terra é bom; ali há o bdélio, e a pedra sardônica. 

Quando lemos o segundo capítulo de Gênesis, identificamos ali um Deus organizado e sábio. Todas as coisas que Ele cria encontram um propósito definido dentro do governo que Ele exerce neste mundo recém criado.

Precisamos aprender a agir com propósitos definidos. Só encontraremos o caminho da excelência quando tivermos uma visão clara daquilo que almejamos alcançar. Muitas pessoas vivem desorganizadas e desatentas por falta de propósitos em sua vida. Observe a Deus; veja sua dedicação e zelo em estabelecer uma ordem no mundo que Ele criou.

Peça a ajuda deste Deus Criador e lance os alicerces para uma nova etapa em sua vida.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Princípios Eternos - Aprenda a Programar Seus Dias (Gn1)  |  Pastor Sérgio Fernandes

Gênesis 1:31 - ¶ E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto. 

Aprendi uma lição importante em minha leitura de Gênesis 1. Por que será que um Deus tão poderoso dividiria a criação em um período de sete dias? Há diversos princípios de vida aqui.

O primeiro eu identifico na divisão de sete dias, o que configura uma semana completa. Deus estabeleceu limites em sua ação criativa; nós precisamos estabelecer limites na quantidade de atividades que desenvolvemos. Aprenda a programar seus dias. Diminua a quantidade de tarefas para poder executá-las com maior qualidade.

Há também um segundo princípio: procure não prolongar tarefas por vários dias. Tudo que o Criador começou Ele terminou no mesmo dia. Isso gera dinamismo! Por fim, observe o poder deste Deus que criou todas as coisas. Este mesmo poder Ele empenha na gestão do universo e de tudo o que existe.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Sermão da Montanha - Discípulos  |  Pastor Sérgio Fernandes

Mateus 5:1 - ¶ E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; 

Os discípulos de Jesus se aproximaram dEle quando este começou a ensinar. Ser discípulo é ter uma entusiasmada disposição em aprender.

É engraçado nesses dias ver tão pouca disposição dos discípulos em realmente conhecer mais sobre o seu Mestre. Este é um tempo de muitos mestres e poucos discípulos. Esta é uma época de segredos, fórmulas prontas, atalhos. Demonstramos saber tanto, mas nem sequer aprendemos a amar as pessoas sem desejar nada em troca.

Jesus continua assentado procurando pessoas dispostas a aprender. Seremos nós uma destas?
Sermão da Montanha - Um Salvador sentado  |  Pastor Sérgio Fernandes

Mateus 5:1 - ¶ E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; 

Jesus também nos ensina com sua atitude de se assentar para ensinar. O Mestre não tinha pressa na execução de sua vocação. Quando investia na formação de discípulos, ele o fazia calmamente.

Nossa geração tem vivido um ritmo tão frenético que é difícil conceber esta postura de investir tempo nos negócios de Deus. Jesus sabia que a melhor maneira de ensinar era atentando para as necessidades legítimas das pessoas e compartilhando sua vida com elas. Ele fez isso com maestria.

Ainda hoje, o Mestre investe tempo em cada discípulo, tempo integral, no trabalho glorioso que seu Espirito executa em nosso interior. Que este exemplo nos encoraje a passarmos tempo com Deus.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Sermão da Montanha - Observe a multidão  |  Pastor Sérgio Fernandes

Mateus 5:1 - ¶ E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; 

Um ponto do texto que me despertou foi a menção de que o Senhor Jesus observou a multidão. A presença de Jesus indicava que o reino estava ali, entre os homens. E o Deus conosco olha para fora do reino, para aqueles que precisam experimentar a dadiva de salvação.

A Igreja só cumpre seu papel como Corpo de Cristo quando adota esta postura de olhar para fora. As comunidades cristãs são compostas por pessoas que estão sendo curadas para curar.

Quando perdemos nossa visão de transformar, perdemos o Cristo de vista e abandonamos nossa vocação.
Sermão da Montanha - Jesus é o Princípio  |  Pastor Sérgio Fernandes

Mateus 5:1 - ¶ E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; 

Um ponto interessante que notei na introdução das bem-aventuranças é a ênfase na pessoa de Jesus. O verso 1 na ARC está escrito assim: "JESUS, vendo as multidões (...).

O Sermão da Montanha começa com Jesus porque somente podemos entrar no reino de Deus através de Jesus. O Salvador deve ocupar posição de honra em nossa vida. Qualquer debilidade que desenvolvemos na fé se dá por não estarmos devidamente fundamentados na Pessoa de Cristo.

A estabilidade espiritual e emocional que tanto desejamos ocorrerá quando entregarmos para JESUS o governo do nosso coração.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Sermão da Montanha - Introdução  |  Pastor Sérgio Fernandes

Mateus 5:1 - ¶ E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; 

O Sermão da Montanha é um dos vários discursos de Cristo registrados no Novo Testamento. Compreendendo os capítulos 5 a 7 de Mateus, ele se reveste de importância por conter diversos princípios éticos que o Mestre quis transmitir aos seus discípulos para que estes vivessem uma vida em conformidade com a vontade de Deus.

Uma atenta reflexão destes versos, portanto, é fundamental para aqueles que desejam praticar a Palavra de Deus, vivendo como genuínos discípulos de Jesus Cristo.

Por vivermos numa sociedade com valores tão confusos, voltar aos ensinamentos do Mestre nos ajudará a não andarmos sem direção, enquanto aguardamos o retorno do Salvador.
Atos Hoje - Resistindo ao Espírito Santo  |  Pastor Sérgio Fernandes

Atos dos Apóstolos 7:51 - ¶ Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais. 

Existe na Bíblia Sagrada uma série de conselhos sobre resistir ao Espírito Santo. A Bíblia nos ensina a não endurecer nosso coração ao ouvi-lo (Salmo 95.7,8 Hb 3.7,8; 4.7). Também está escrito que não podemos apagá-lo (1 Ts 5.19). No Apocalipse, há vários apelos para ouvirmos o que o Espírito diz à Igreja (Ap 2.7).

Resistir ao Espírito é abandonar a possibilidade de arrependimento. É se tornar insensível ao pecado e resistente à santificação pessoal. Quem resiste ao Espírito está prestes a calcar os pés ao Filho de Deus e a profanar o sangue da aliança (Hb 10.29).

“Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração, como foi na provocação’ (Hb 3.15).
Atos Hoje - Moisés, figura de Cristo  |  Pastor Sérgio Fernandes

Atos dos Apóstolos 7:35 - A este Moisés, ao qual haviam negado, dizendo: Quem te constituiu príncipe e juiz? a este enviou Deus como príncipe e libertador, pela mão do anjo que lhe aparecera na sarça. 

Diversos eventos e pessoas do AT apontavam para a vida e a obra de Jesus Cristo. Uma das figuras mais importantes que temos é a de Moisés. Sua missão de salvar os israelitas do jugo egípcio aponta claramente para a obra redentora de Jesus Cristo.

Moisés foi enviado a Israel, Jesus também foi (Jo 1.11). Ele trazia uma palavra da parte de Deus, Jesus também trouxe (Jo 14.24). Ele era considerado um profeta, Jesus também o foi (Lc 7.16). Moisés libertou o povo do jugo egípcio, Jesus nos libertou da escravidão espiritual (Jo 8.32,36).

Moisés disse que Deus levantaria um profeta como ele (que foi o próprio Cristo); disse também que todo aquele que não ouvisse as palavras deste profeta prestaria contas com Deus (Dt 18.15,19). Você tem ouvido a Jesus Cristo?
Atos Hoje - O tempo da promessa  |  Pastor Sérgio Fernandes

Atos dos Apóstolos 4:17 - Mas, para que não se divulgue mais entre o povo, ameacemo-los para que não falem mais nesse nome a homem algum. 

Deus não está sujeito ao tempo, pelo menos não da forma como nós estamos. O tempo cronológico existe apenas deste lado da eternidade. No céu não há segundos, minutos ou horas. Isso tem a ver conosco, que precisamos destas unidades de medida para educar nossa vida e vivermos para a glória de Deus, remindo o tempo.

Entretanto, a Bíblia costuma referir-se ao governo que Deus exerce sobre nosso tempo. Havia uma época determinada para livrar Israel da escravidão (Ex 3), assim como houve o tempo adequado para manifestação do Salvador (Gl 4.4). Enfim, há um tempo apropriado para tudo (Ec 3).

Um Deus que governa o tempo sabe exatamente "o tempo" para operar cada um de seus milagres em nossa vida. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...